Pastor ensina que a igreja deve focar mais no discipulado: “Temos que

25/08/2018

Pastor ensina que a igreja deve focar mais no discipulado: “Temos que voltar a isso”

WILL R. FILHO10 HORAS AGO0 0

0

O pastor americano James MacDonald abordou um dos temas mais em voga no meio da igreja cristã atual, que é a importância do discipulado. Ele explicou que durante anos nos preocupamos mais com grandes eventos e evangelismo em massa, do que com o relacionamento pessoal, alertando para a necessidade de retorno ao evangelho mais simples.

“No final dos anos 80, acho que estávamos apaixonados pela ideia de que, se reduzíssemos a mensagem ao essencial, poderíamos alcançar mais pessoas”, disse ele, aparentemente, referindo-se a um tipo de pregação muito simples, feita para grandes públicos. Ou seja, sem profundidade doutrinária.

“Agora eu não conheço ninguém que não esteja convencido de que isso realmente não é o caso. ‘Menos é mais’ não alcança mais pessoas, não faz melhores discípulos. Só ‘mais’ faz melhores discípulos. E é um trabalho muito difícil”, disse o pastor, citando o próprio Jesus como exemplo, ao ter entre seus discípulos um traidor.

“Jesus era mais talentoso do que qualquer pessoa na Terra. Passou três anos e meio com 12 discípulos e não conseguiu ver todos eles na linha final”, destaca.

Ênfase no discipulado pessoal

O pastor James explica que sua igreja está voltando para o foco no discipulado pessoal e que outros líderes também estão percebendo essa necessidade. “Nós dissemos há anos em nossa igreja que ‘não queremos quantidade de discípulos, mas a qualidade do discipulado’. E cada vez mais ouço pastores se inclinando nessa direção”, disse ele.

“O principal tipo de evangelismo que vemos nas Escrituras é o ‘um a um’. Jesus com Nicodemos, Jesus com a mulher no poço, Filipe e o eunuco etíope”, destaca o pastor, explicando que apesar de isso ser uma prioridade, não descarta a realização de grandes eventos, como cruzadas evangelísticas e apresentações em público.

“Isso não nega de maneira alguma o evangelismo em massa”, diz o pastor. “No capítulo 2 de Atos, vemos uma situação de evangelismo em massa com a vinda do Espírito Santo. Mas isso era normativo ou uma exceção?”, questiona o pastor, ressaltando que no dia-a-dia é o relacionamento pessoal que faz a diferença na caminhada cristã.

Os cultos de Escola Bíblica Dominical são exemplos de discipulado, segundo James. Ele diz que algumas igrejas perderam o foco nos estudos bíblicos dominicais, mas que isso deve voltar a ser prioridade.

“Subjugamos a manhã de domingo, que é tão necessária para a infusão de força espiritual através da proclamação da Palavra, através da adoração, através da comunhão”, destaca, segundo o Christian Post.

“Todas essas coisas atiçam o fogo do relacionamento vertical de um seguidor de Cristo com Deus. E subjugar a manhã de domingo é cada vez mais vista como não adequada para sustentar uma igreja forte e crescente”, conclui o pastor.

0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

JOEL QUEIROZ

RECOMESSO

02.

Bruna Karla

Advogado Fiel

03.

Aline Barros

Casa do pai

04.

Anderson Freire

Acalma o meu coração

05.

Aline Barros

Ressuscita-me

Anunciantes