7 CURIOSIDADES FASCINANTES SOBRE JERUSALÉM

21/07/2018

7 CURIOSIDADES FASCINANTES SOBRE JERUSALÉM

POR ISABELA FERREIRA EM MUNDO AFORA 08/12/17 às 16h38
Jerusalém é uma cidade localizada entre o Mar Morto e o Mediterrâneo. Considerada como uma das mais antigas do mundo, estima-se que tenha sido criada por povos semitas ocidentais há cerca de 2.600 anos antes de Cristo! Sim, é realmente muita coisa! Considerado como o lugar mais sagrado do mundo, recentemente foi alvo de uma grande polêmica. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel.

Tal anúncio causou a revolta em grupos políticos da região. Bom, a verdade é que embora a cidade esteja realmente envolvida em uma vasta gama de conflitos, não podemos ignorar que também é o centro de muitas curiosidades e maravilhas, também considerada como um ponto turístico. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo alguns fatos fascinantes sobre Jerusalém. Confere aí!

1 - Coberta de pedra

Não é novidade para ninguém que Jerusalém é uma cidade histórica. Marcou acontecimentos extremamente importantes e não é à toa que é também considerada sagrada. Desta forma, vale a pena ressaltar uma de suas mais curiosas leis municipais. De acordo com sua regulamentação, todas as estruturas da cidade precisam ser cobertas com pedra, pois apenas dessa forma, o aspecto histórico da cidade é preservado.

2 - Basílica do Santo Sepulcro

A Basílica é considerada como um dos lugares mais sagrados de Jerusalém e do mundo, apenas por um motivo: acredita-se que Jesus Cristo tenha sido sepultado ali. O local atrai milhares de pessoas todos os anos, e é o principal ponto turístico da cidade. Recentemente, a suposta tumba onde o corpo de Jesus teria ficado foi restaurada, garantindo um enorme esforço dos responsáveis.

3 - Memorial Yad Vashem

Você já ouviu falar? Não é muito conhecido pelos brasileiros, no entanto, reserva memórias e valores inestimáveis. Situado em Jerusalém, foi desenvolvido em memória às vítimas do holocausto, que ceifou milhares de vidas de judeus. É um lugar de grande impacto e que tem um significado muito forte, fazendo com que a trágica história do passado não seja esquecida, bem como os tantos inocentes que acabaram morrendo.

4 - O Monte das Oliveiras

De acordo com o que conta a Bíblia, este é o exato lugar para onde foi Jesus, ao fim da Última Ceia. Por esta razão, o monte também é um dos principais pontos turísticos da cidade, atraindo fiéis do mundo todo. Muitos vão até o local para fazer suas orações, em busca também do recebimento de bênçãos. De acordo com as crenças judaicas, no dia do Julgamento o Messias retornará para lá.

5 - A dura história de Jerusalém

Já deu pra perceber que a cidade carrega inúmeras curiosidade, não é mesmo? Embora muitos acontecimentos sejam de conhecimento mundial, ainda guarda uma série de segredos. Por outro lado, quando nos referimos à sua história, desde as menções bíblicas, podemos dizer que ela foi "destruída 2 vezes, sitiada 23, atacada 52 e ainda, capturada e recapturada 44 vezes.

6 - Grandes muros

Jerusalém ainda pode ser considerada como uma grande cidade murada. Embora seja plenamente possível encontrar lugares mais abertos, grande parte da região é cercada por quilométricos muros. Ainda vale mencionar que existem por lá, 34 torres de vigia e ainda conta com 7 portões para o tráfego.

7 - Desenvolvimento tecnológico

Embora Jerusalém seja uma das cidades mais antigas do mundo, não pense que ela fica pra trás quando o assunto é tecnologia. Ao contrário do que muitos pensam, Israel como um todo, é considerado um "paraíso científico". Já no ano de 2015, Jerusalém recebeu a nomeação como um dos centros com crescimento tecnológico mais rápido do mundo!

E então pessoal, o que acharam?

“Entreguei minha homossexualidade a Deus”, testemunha ex-gay

21/07/2018

“Entreguei minha homossexualidade a Deus”, testemunha ex-gay

Luis Javier Ruiz sobreviveu a tiroteio em boate gay, entregou seu coração a Deus

testemunho dado à Associação Evangelística Billy Graham, Ruiz explica que viveu muito tempo ouvindo que ser gay eram “uma abominação” e que os homossexuais estavam “condenados ao inferno”.
Leia mais

Em conflito com a família, alistou-se nas Forças Armadas dos EUA, onde atuou por 15 anos. Após decidir abandonar a vida militar, mudou-se para Orlando, Flórida, onde se tornou parte da comunidade LGBT.

Em 11 de junho de 2016, decidiu comemorar seu aniversário com amigos na boate Pulse. Poucas horas depois, no início da madrugada do dia 12, o local foi invadido por Omar Mateen. Agindo em nome do Estado Islâmico, ele promoveu um massacre no local, deixando 49 pessoas vítimas fatais antes de ser morto pela polícia.

Ruiz conta que foi atingido por uma bala de fuzil na perna e acabou caindo no chão da boate, enquanto tentava sair, ele viu pessoas sendo baleadas e mortas. “Enquanto tudo aquilo está acontecendo ao meu redor, eu pensei ‘estou prestes a morrer, estou prestes a ir para o inferno”, testemunha.

No dia seguinte, enquanto estava no hospital para tratar do ferimento, recebeu a notícia que era HIV positivo.

Foi então, conta, que Deus falou com ele e Ruiz decidiu voltar para Deus. “Eu disse: ‘sou gay, Deus. É isso que você está me vendo. Mas me leve como eu sou. Eu não sei se vai tirar isso de mim ou não. Já tentei mudar muitas vezes”, lembra.

“Eu entreguei a ele minha homossexualidade, meu vício em pornografia, tudo que eu fazia de errado”, disse ele. Então sentiu o Espírito Santo falando ao seu coração. A partir dali, sua vida mudou.

“Deus tinha outra coisa para mim. E sou grato porque agora posso compartilhar minha história para o mundo, para que todos saibam que existe um Deus que muda [as pessoas] e as transforma”, assevera.

Ele diz que muitos lhe perguntam como Deus mudou sua sexualidade, mas ele diz que foi um processo. “Deus nos chama à pureza porque a homossexualidade é um pecado”, enfatizou, “a chave para a transformação real é conhecer a Cristo intimamente e segui-lo”.

Hoje, ele diz que trabalha para mostrar à Igreja que a comunidade LGBT precisa ser amada e ministrada, para que saibam que, aqueles que desejam, também podem ser curados e livres do poder do pecado.

Polônia fará plebiscito para incluir “valores cristãos” na Constituiçã

21/07/2018

Polônia fará plebiscito para incluir “valores cristãos” na Constituição

Presidente Andrzej Duda diz que decisão “servirá como indicador das mudanças que a sociedade quer.por Jarbas Aragão

Europeus pedem fechamento de mesquitas que pregam o islã radical

A Constituição polonesa é de 1997, mas o governo atual acredita que é preciso ouvir a vontade popular antes de fazer as mudanças propostas. No plebiscito, serão apresentadas questões sobre a posição da Polônia em relação à Otan e à União Europeia.

Outro aspecto de destaque é a consulta sobre a inclusão de “referências aos valores e herança cristã polonesa”.

Segundo Duda, “O resultado do plebiscito não será vinculativo, mas servirá como indicador das mudanças que a sociedade polonesa quer para sua Constituição”. O Senado deve votar na próxima semana se as datas propostas para a consulta popular serão nas datas previstas pelo chefe do Estado polonês. 

Aplicativos


 Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Anderson Freire

Raridade

02.

Bruna Karla

Advogado Fiel

03.

Aline Barros

Casa do pai

04.

Anderson Freire

Acalma o meu coração

05.

Aline Barros

Ressuscita-me

Anunciantes